sábado, 14 de março de 2009

Feeling

Eu detesto meu 'sexto sentido' - se é que ele existe - definitivamente. Também não sei se isso pode ser chamado de 'sexto sentido'. Ok, explicarei. Ou pelo menos vou tentar! Digamos que é algo que me acompanha a um certo tempo já, de repente sejam coisas que a minha mente cria, ou apenas pura coincidência, mas de uma forma ou de outra acontece e me incomoda. Porém foi de uns tempos pra cá que eu comecei a prestar mais atenção nisso e, de certa forma, acreditar no que esse 'sentido' me diz. E faz sentido.
Para ser mais clara, acredito que outras pessoas, assim como eu, conseguem manter mais de uma conversa ao mesmo tempo, no entanto, nem sempre eu presto plena atenção no que eu digo ou escuto o que eu pareço estar escutando. O fato é que meu 'poder' de perspicácia, de 'pegar' determinadas coisas no ar, tem ficado mais aguçado com o tempo. Basta falar apenas uma vez e eu jamais esquecerei. Acompanhado disso, vem a parte de 'juntar as peças do quebra-cabeças' e deixar que as próprias me mostrem "o caminho, a verdade e a vida". Sem esforço! E o mais curioso de tudo isso é que sempre é verdade, eu sempre pego as coisas no ar e acabo prestando mais atenção do que eu devia em determinadas coisas. Eu sei mais do que eu deveria. Eu sei mais do que você supõe que eu saiba. E isso surpreende as pessoas. Eu sempre descubro!!!! É fato!!! E não tente me enganar com alguma mentira, alguma palavra suave, na hora eu até 'aceito', mas depois, com os pensamentos no lugar, as peças não fazem sentido.
Não me subestime, não duvide da minha cara de ingênua (as vezes), não acredite na minha distração, na minha suposta falta de atenção. Nas situações mais rotineira, aprenda a ler meu sorriso fácil, a decifrar o que eu te digo com os olhos, com as mãos, com o corpo. Saiba o que eu penso olhando para o meu rosto, assim, com o tempo, perceberás - mas jamais terás a certeza - de que eu sei mais do que vocês pensam, e mais do que eu deveria saber!!! E isso é fato!!!

Um comentário:

Rekissima!!! disse...

Sexto sentido não se ignora...ele normalmente ta certo e depois, a gente só se arrepende de não ter dado ouvidos...
Apesar dos pesares, pedras, desavenças e latidos, "tamo ai né"!