terça-feira, 20 de janeiro de 2009

(Re-)Reciclagem

Após um final de semana cansativo e de receber uma notícia completamente inesperada, resolvi reciclar - ou re-reciclar. Acho que uma das coisas que mais fere uma pessoa é a indiferença, a desilução. Decepção. E hoje me decepcionei. Muito! Chorei quase que o dia todo. E, por mais que eu tente, não consigo esconder o tamanho da minha frustração. Sempre fui assim. Transparente. E percebi com o passar do tempo que em determinadas situações, como esta de hoje, não é bom ser transparente, porquê, apesar de toda mágoa que toma conta do meu coração, não queria que as pessoas me vissem chorando. Por mais que eu explicasse, elas não entenderiam. E muitas delas acham que minhas lágrimas significam fracasso. Mas não é isso. Eu to tranquila, sei que fiz o que pude e o que não pude. O que estava e o que não estava ao meu alcance, mas a inveja mata e coloca tudo a perder. A inveja dos outros é claro, que até conseguiu quebrar minha medalinha de São Jorge. Acho que vou me benzer de novo.

E, especialmente hoje, me sinto frágil devido a tudo isso que aconteceu. Na verdade to me sentindo 'uma merda', porquê a pessoa que eu pensava que reconheceria meu esforço, foi a primeira a me colocar lá embaixo e por mais que o tempo passe, eu não vou esquecer. Queria tanto aquele abraço que fortalece a gente que só a Reka sabe me dar!! Queria eu, neste momento, saber ser indiferente e fria. Eu sei que sou grossa, imperativa, prepotente e tantas outras coisas, mas isso - não sei se felizmente ou infelizmente - faz parte de mim e, acreditem, eu to tentando aprender a lidar com isso. Mas acredito que falte, tanto em mim quanto nos outros, um pouco de bom senso! PQP eu me rasguei, me virei em 1000 pra fazer dar tudo certo - e consegui - , mas as pessoas não enxergaram isso. E tá doendo sim, por mais que possa parecer ridículo, ta doendo. E muito!!!!

Mas eu acredito na filosofia do Lucas: "Nada é por acaso, tudo é uma questão de merecimento" e, ainda na filosofia dele: "O mundo da voltas!!"

Cansei de correr atrás das coisas, de abraçar o que não me pertence! Quer saber de uma coisa? Vou voltar pro meu casulo e fazer o que eu sei fazer de melhor: ser eu mesma, sempre! E que se danem os 'nós', até porquê "eu não sou mais do que ninguém aqui"!!!!



Te larguei magrão!!!!

Um comentário:

Rekissima!!! disse...

Tem abraço de sobra por aqui!